Neurolinguística ou como se conseguir a excelência na comunicação

 Se comunicar e ter sua mensagem plenamente compreendida por seu interlocutor ou interlocutores. Algumas pessoas são mestras nessa arte naturalmente, outras não vão tão bem e quando falam ou escrevem não expressam, claramente o que gostariam de dizer. A Programação Neurolinguística, PNL, estuda o fenômeno da comunicação em suas estruturas mais profundas. Mais o que é PNL e o que ela pode fazer por nós?

Há varias definições para o termo. A mais usual, no entanto, postula que a Programação Neurolinguística é o estudo da estrutura da experiência subjetiva humana, por meio de técnicas especificas para perceber e reorganizar a sua própria experiência ou a de outra pessoa, visando mudanças comportamentais mais eficaz e ecológica, salientando que o termo “ecológico”, em PNL se refere a mudanças que podem ser feitas na vida das pessoas com o mínimo impacto no meio no qual ela se move. Pode-se dizer ainda que PNL é a descoberta de como usar melhor o nosso cérebro.

A história da PNL começa na década de 70 quando um estudante de matemática e psicologia na Califórnia, Richard Bandler, começa a se interessar pelos resultados de estudos e experiências na área da comunicação de dois terapeutas, Fritz Perls, Gestalt-terapeuta e Virginia Satir, terapia familiar. Bandler se interessou tanto pelo que eles faziam que resolveu aprender essas habilidades e chamou também seu professor de lingüística John Grinder. A partir dessa experiência e de outras subseqüentes Bandler e Grinder escreveram o livro “A Estrutura da Magia”, mostrando que por trás dessa magia havia uma estrutura. Dessa forma foi criado o primeiro modelo da PNL, denominado “metamodelo de Linguagem”.

Pela importância e relevância mundial que acabou tendo com a evolução dos estudos na área, hoje estamos falando na terceira geração da PNL, ela é uma disciplina que não pode faltar em qualquer estudo ou aplicação pratica de Coaching. E quanto mais aprofundado for a experiência e o conhecimento que o Coach tem da matéria mais ele pode interagir com seu Coachee e o ajudar em poucos minutos a  mudar o que em PNL é conhecido como crenças limitantes e a ampliar seus horizontes. Sem duvida é uma ferramenta de grande importância que o Coach pode ter à sua disposição.

 Se comunicar e ter sua mensagem plenamente compreendida por seu interlocutor ou interlocutores. Algumas pessoas são mestras nessa arte naturalmente, outras não vão tão bem e quando falam ou escrevem não expressam, claramente o que gostariam de dizer. A Programação Neurolinguística, PNL, estuda o fenômeno da comunicação em suas estruturas mais profundas. Mais o que é PNL e o que ela pode fazer por nós?

Há varias definições para o termo. A mais usual, no entanto, postula que a Programação Neurolinguística é o estudo da estrutura da experiência subjetiva humana, por meio de técnicas especificas para perceber e reorganizar a sua própria experiência ou a de outra pessoa, visando mudanças comportamentais mais eficaz e ecológica, salientando que o termo “ecológico”, em PNL se refere a mudanças que podem ser feitas na vida das pessoas com o mínimo impacto no meio no qual ela se move. Pode-se dizer ainda que PNL é a descoberta de como usar melhor o nosso cérebro.

A história da PNL começa na década de 70 quando um estudante de matemática e psicologia na Califórnia, Richard Bandler, começa a se interessar pelos resultados de estudos e experiências na área da comunicação de dois terapeutas, Fritz Perls, Gestalt-terapeuta e Virginia Satir, terapia familiar. Bandler se interessou tanto pelo que eles faziam que resolveu aprender essas habilidades e chamou também seu professor de lingüística John Grinder. A partir dessa experiência e de outras subseqüentes Bandler e Grinder escreveram o livro “A Estrutura da Magia”, mostrando que por trás dessa magia havia uma estrutura. Dessa forma foi criado o primeiro modelo da PNL, denominado “metamodelo de Linguagem”.

Pela importância e relevância mundial que acabou tendo com a evolução dos estudos na área, hoje estamos falando na terceira geração da PNL, ela é uma disciplina que não pode faltar em qualquer estudo ou aplicação pratica de Coaching. E quanto mais aprofundado for a experiência e o conhecimento que o Coach tem da matéria mais ele pode interagir com seu Coachee e o ajudar em poucos minutos a  mudar o que em PNL é conhecido como crenças limitantes e a ampliar seus horizontes. Sem duvida é uma ferramenta de grande importância que o Coach pode ter à sua disposição.

 Se comunicar e ter sua mensagem plenamente compreendida por seu interlocutor ou interlocutores. Algumas pessoas são mestras nessa arte naturalmente, outras não vão tão bem e quando falam ou escrevem não expressam, claramente o que gostariam de dizer. A Programação Neurolinguística, PNL, estuda o fenômeno da comunicação em suas estruturas mais profundas. Mais o que é PNL e o que ela pode fazer por nós?

Há varias definições para o termo. A mais usual, no entanto, postula que a Programação Neurolinguística é o estudo da estrutura da experiência subjetiva humana, por meio de técnicas especificas para perceber e reorganizar a sua própria experiência ou a de outra pessoa, visando mudanças comportamentais mais eficaz e ecológica, salientando que o termo “ecológico”, em PNL se refere a mudanças que podem ser feitas na vida das pessoas com o mínimo impacto no meio no qual ela se move. Pode-se dizer ainda que PNL é a descoberta de como usar melhor o nosso cérebro.

A história da PNL começa na década de 70 quando um estudante de matemática e psicologia na Califórnia, Richard Bandler, começa a se interessar pelos resultados de estudos e experiências na área da comunicação de dois terapeutas, Fritz Perls, Gestalt-terapeuta e Virginia Satir, terapia familiar. Bandler se interessou tanto pelo que eles faziam que resolveu aprender essas habilidades e chamou também seu professor de lingüística John Grinder. A partir dessa experiência e de outras subseqüentes Bandler e Grinder escreveram o livro “A Estrutura da Magia”, mostrando que por trás dessa magia havia uma estrutura. Dessa forma foi criado o primeiro modelo da PNL, denominado “metamodelo de Linguagem”.

Pela importância e relevância mundial que acabou tendo com a evolução dos estudos na área, hoje estamos falando na terceira geração da PNL, ela é uma disciplina que não pode faltar em qualquer estudo ou aplicação pratica de Coaching. E quanto mais aprofundado for a experiência e o conhecimento que o Coach tem da matéria mais ele pode interagir com seu Coachee e o ajudar em poucos minutos a  mudar o que em PNL é conhecido como crenças limitantes e a ampliar seus horizontes. Sem duvida é uma ferramenta de grande importância que o Coach pode ter à sua disposição.